domingo, 26 de dezembro de 2010

Gostava de o ver no Pax Julia!



O projecto musical noiserv tem vindo a afirmar-se como um dos mais criativos e estimulantes, de entre os surgidos em Portugal na última década. O seu percurso tem sido marcado pela criação de peças musicais de um minimalismo capaz de atingir cada individuo na sua intimidade, relembrando-lhe vivências, momentos e memórias intrincadas entre a realidade e o sonho, e por concertos de elevadíssima intensidade, nos quais o público é suspenso a partir de uma teia sonora, criada por um vasto leque de instrumentos inusuais.


Criado em meados de 2005, noiserv ganhou forma quando David Santos decide gravar algumas ideias numa demo, meses mais tarde esses 3 temas são editados on line, na netlabel Merzbau. Já em 2008 Noiserv edita o seu primeiro longa-duração, “One Hundred Miles from Thoughtlessness”, disco incrivelmente bem recebido pelo público, pela imprensa e crítica, e que actualmente esgotou a sua terceira edição.

Num longo ano de 2009 sucederam-se as aparições em palcos estrangeiros, nomeadamente na Alemanha, Áustria, Inglaterra, Escócia. Um percurso internacional que, estando ainda no início, foi em ainda 2009 complementado com a edição de um single (7”) pela editora escocesa Autumn Ferment Records.

O seu, já extenso, currículo de actuações conta com a presença em alguns dos mais carismáticos palcos nacionais como Coliseu dos Recreios, Coliseu do Porto, Cinema S. Jorge, Casa da Música do Porto, Santiago Alquimista, Galeria Zé dos Bois, Music Box, tendo partilhado o palco com nomes incontornáveis como Perry Blake, Camera Obscura, Bill callahan, I Like Trains, Tara Jane O’neil, Yndi Halda, Your Ten Mofo, Julianna Barwick, The Swell, Damon & Naomi, entre muitos outros.

No início de Julho de 2010, Noiserv edita o seu novo EP intitulado "A day in the day of the days"... a banda-sonora para um dos nossos dias...

Sem comentários:

Enviar um comentário