sexta-feira, 14 de maio de 2010

Para todos vocês!

Amanhã pelas 8 horas lá estarei de volta à minha escolinha, a fim de assistir à benção das pastas de muitos amigos que por ali deixei. Volto para me despedir pessoalmente de alguns, mas igualmente para reencontrar outros. A escola é sem dúvida um ponto de reencontro e de partilha e este será sem dúvida um momento para mim inesquecivel.
A todos os que fazem a sua Benção este ano aqui fica a minha mensagem!  

Estudar e tirar uma licenciatura é mais do que vir para as aulas e aprender, é participar na vida da instituição e da comunidade civil que a rodeia, é apropriarmo-nos de tudo o que a Escola oferece e potenciar este instrumento que é o conhecimento, em prol da resolução dos problemas que a sociedade atravessa.


Tomei a liberdade de pegar num excerto do livro “Nunca desista dos seus sonhos” de um grande pensador e escritor do século XXI de seu nome Augusto Cury que diz o seguinte:

“Bons alunos escondem certas intenções, mas alunos fascinantes são transparentes. Eles sabem que quem não é fiel à sua consciência tem uma dívida impagável consigo mesmo. Não querem, como alguns políticos, o sucesso a qualquer preço. Só querem o sucesso conquistado com suor, inteligência e transparência. Pois sabem que é melhor a verdade que dói do que a mentira que produz falso alívio. A grandeza de um ser humano não está no quanto ele sabe mas no quanto ele tem consciência que não sabe.


Os sonhos não determinam o lugar onde vocês vão chegar, mas produzem a força necessária para tirá-los do lugar em que vocês estão. Sonhem com as estrelas para que vocês possam pisar pelo menos na Lua. Sonhem com a Lua para que vocês possam pisar pelo menos nos altos montes. Sonhem com os altos montes para que vocês possam ter dignidade quando atravessarem os vales das perdas e das frustrações. Bons alunos aprendem a matemática numérica, alunos fascinantes vão além, aprendem a matemática da emoção, que não tem conta exacta e que rompe a regra da lógica. Nessa matemática vocês só aprendem a multiplicar quando aprendem a dividir, só conseguem ganhar quando aprendem a perder, só conseguem receber, quando aprendem a doar.”

Aos alunos e finalistas uma palavra de parabéns pelo esforço, determinação e força de vontade com o desejo de que sonhem, porque sem sonhos, a vida não tem brilho. Sem metas, os sonhos não têm alicerces. Sem prioridades, os sonhos não se tornam reais. Sonhem, tracem metas, estabeleçam prioridades e corram riscos para executar os vossos sonhos. Melhor é errar por tentar do que errar por omitir!

A todos um Bem Haja e muitas Felicidades na concretização dos vossos objectivos individuais e colectivos.

Sem comentários:

Enviar um comentário