sábado, 29 de maio de 2010

Estou solidário convosco!

As palavras que agora escrevo, num momento em que Lisboa será palco de uma grande manifestão popular e de massas, contra esta politica desastrosa, prosseguida e defendida por sucessivos governos de maioria ou de coligação, são direccionadas para os homens e mulheres, jovens e idosos que resistem e persistem na luta por um Portugal mais justo e solidário, por uma alternativa e não por uma alternância.
Hoje não estarei lá fisicamente por motivos profissionais, mas estou em consciência solidário com a causa, com a luta e com os objectivos anunciados. Ao mesmo tempo que uns apelam a esta causa, a grande manifestação em Lisboa luta exactamente para que a redistribuição da riqueza seja uma realidade em Portugal, permitindo que aqueles que hoje necessitam do Banco Alimentar possam um dia, com outro governo, com outra politica não necessitar de recorrer a esta situação bem como a tantas outras que infelizmente cada vez mais atingem as camadas sociais mais vulneráveis. Será sempre necessário haver instituições que numa economia social possam complementar a intervenção do estado, mas nunca o deverão substituir pois quando isso acontece é sinal de que o Governo não está a fazer o que lhe é exigido como tal e como manda a nossa Contituição da República.   


Adenda: Para alguns orgãos de comunicação social foram centenas... Mas para quem lá esteve foram milhares.. mais uma vez o grande capital através da concentração que preserva nos meios de informação tentou deturpar aquele que foi mais um grande acontecimento de massas, resistência e de luta!  

Sem comentários:

Enviar um comentário